Noticias Literárias

Best seller do New York Times e primeiro livro da série Nightshade, de Andrea Cremer. Calla Thor não é uma menina normal e sempre soube que seu destino seria se unir a Ren Laroche, sendo sua fiel companheira até o último dia de suas vidas. Só que Calla, assim como Ren, é tão humana quanto loba. Alfa dos Nightshades, ela é responsável pelo bem-estar e segurança dos outros integrantes de seu grupo. Tudo bem até Shay Doran entrar na história, um misterioso humano que faz Calla transgredir as severas leis que regem seu mundo e colocar em risco não só a sua vida, mas a de todos aqueles que ama.




O pequeno Jack nasce na noite mais fria do mundo e seu frágil coração está irremediavelmente congelado. Salvo pelas mãos de uma experiente parteira, ele é submetido a uma operação de emergência. Seu órgão é substituído por um relógio de madeira, um pequeno cuco que o ajudará a manter o ritmo das batidas e a bombear o sangue normalmente. A delicada prótese garantirá que Jack leve uma vida igual à de todos os outros garotos. Ou quase igual. Jack sabe que não pode se expor às sensações comuns, como a raiva e o desespero, a frustração e o amor. O menor sinal deste último sentimento pode fazer com que o pleno funcionamento de Jack entre em colapso. 



O que aconteceu aos Estados Unidos após o 11 de setembro? Os medos e as paranoias que habitam o imaginário dos cidadãos norte-americanos fazem o terror de uma década atrás ainda parecer real? Dois presidentes e duas guerras depois – Bush e Obama, Iraque e Afeganistão – e os Estados Unidos precisam continuar seguindo um plano de reestruturação que diz muito mais respeito ao american dream do que ao plano econômico ou à política externa. Em 12 de setembro – A América depois, escritores, jornalistas e cartunistas apresentam seus pontos de vista que, muito mais do que separados por oceanos, estão longe de concordar sobre o futuro dos Estados Unidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário